Jovenzinhos depravados!

      Eu posso parecer chata nas diversas opiniões que eu tenho, mas prefiro me comportar assim!
      Uma frase que li no perfil de um colega no twitter traduz de forma super sucinta o que é, para mim, uma pessoa de personalidade:Quanto mais você sabe quem é e o que quer, menos você deixa que as coisas o perturbem..

   Tem tanta gente me decepcionando por aí... E eu realmente não sei ( ou prefiro fingir não saber) qual o real significado de ser jovem para algumas pessoas. Eu compreendo que nem todos buscam uma juventude santa, missionária, livre do pecado, ou qualquer coisa do tipo como a metade dos meus amigos. Compreendo também que renunciar muitas certas coisas também não é nem um bicho de 7 cabeças. E nem pode ser considerado como tal, por favor!
      Me revolta o discursinho do sem preconceito, aceitar o próximo como ele é, etc e etc. Isso não acontece, vamos deixar de ser hipócritas! Viram para mim e perguntam: mas porque isso Ester, por que pra você é tão difícil? Larga de ser careta! Parece uma velha ranzinza! Mas cara, antes ser uma velha ranzinza de 18 anos do que ser uma depravada com célebro de 13!
    Não, eu não pretendo sair pra beber com os amigos. Não vou aceitar que você, jovenzinho, destrua sua saúde e o seu lindo sorriso com um cigarrinho, e nem que aquela jeitinho de criança vá embora porque não tem mais espaço para criancices!
   Eu sei do que eu gosto, o que eu sou. Não estou disposta a mudar por ninguém, só para eu mesma!
    Depois desse discurso de auto afirmação, falar um tantinho sobre a minha pseudo divertida vida! Sabe que estou me sentindo mais vivida do que nunca? uhausahuashsauhsauh Eu tenho um "tesão" por experiência novas, que eu vou te contar...
    Nesse meio tempo de vida inútil, cursinho, desgraça, desencontros e etc, minha madrinha me convidou para ajuda-la em seu escritório de nutrição enquanto a secretária está de férias. Geeeeeente, agora eu falo ao telefone todos  os dias! Continuo detestando telefone, mas ainda sim, falo nele todos os dias. Pô, tô superando traumas! rsrs
     E como todo artista, dirfarço minhas frustrações com arte. Mas agora a minha arte está com as atenções todas para mim e minha perdição total! Então, pra quem gosta de ler o meu blog, e para aqueles que ficam me cobrando atualizações ( Anderson e Kanashiro, para ser mais direta), um tantinho de paciência, deixe eu me encontrar um pouco!

   Bjo bjo* :)

"No papel somos ideais, mas a vida não é de papel."
(Tudo Pode Dar Certo)

2 comentários:

Dud's at: 25 de fevereiro de 2011 13:45 disse...

oi querida,
interessante post, concordo com vários aspectos.
Tanta gente se acha adulta por beber, fumar ou fazer outras coisas irresponsáveis sendo que assim só se mostram cada vez mais infantis :S
boa semana
;*

And. at: 28 de fevereiro de 2011 13:39 disse...

Não posso dizer que não concordo com seu modo de pensar porque tem muita coisa ai que eu concordo. Força ai na superação do seu trauma kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk