Sinto...

   Ficar sozinha para sentir. Para pensar, para não agir. So Ele sabe quem sou, o que sinto. Ele está em todo lugar. Estou sozinha, mas sinto. Sinto o calor da sua acolhida no sol. Sinto seu carinho no vento. Seu carinho é tão grande quanto essa ventania que passa pelo meu corpo todo. Inquietante, significante. Sinto sua alegria pelo o que ouço da alegria dos outros. Sinto sua satisfação e felicidade na natureza, nos pássaros cantando. Eu me puno por, simplesmente, não conseguir sorrir e demonstrar parcela de todo esse amor que recebo.

(18/04/2010)

1 comentários:

anderson at: 20 de abril de 2010 23:53 disse...

uhhhhhhhhhhhh
interessante